Estado

Secretaria disponibiliza Cardápio de Alimentação Escolar 2018

Mais de 900 mil alunos são contemplados pelo Pnae no RS

31/01/2018 - Estado

A Secretaria de Educação (Seduc) divulgou na terça-feira, dia 30, em seu site o Cardápio de Alimentação Escolar 2018. Estão divididos por coordenadoria e pela modalidade de ensino, incluindo escolas agrícolas, quilombolas e indígenas. No Rio Grande do Sul, mais de 900 mil alunos são contemplados no Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). São repassados mais de R$ 6 milhões do governo federal e mais de R$ 1 milhão do governo do Estado para manutenção do benefício.

De acordo com a responsável técnica da Assessoria de Alimentação Escolar e Nutrição da Seduc, Luana Petrini, a disponibilização online da lista completa das refeições também auxilia as escolas a cumprirem o cardápio. "Tenho certeza que a iniciativa irá ajudar muito para sanar as principais dúvidas", explica.

Alimentação Escolar 

O Pnae contribui para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem, o rendimento escolar dos estudantes e a formação de hábitos alimentares saudáveis, ofertando alimentação escolar e ações de educação alimentar e nutricional.

O repasse é feito diretamente aos estados e municípios, com base no Censo Escolar realizado no ano anterior ao do atendimento. O programa é acompanhado e fiscalizado diretamente pela sociedade, por meio dos Conselhos de Alimentação Escolar (CAE), pelo FNDE, pelo Tribunal de Contas da União (TCU), pela Controladoria Geral da União (CGU) e pelo Ministério Público.

Com a Lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009, 30% do valor repassado pelo Pnae deve ser investido na compra direta de produtos da agricultura familiar, medida que estimula o desenvolvimento econômico e sustentável das comunidades.

A Secretaria da Educação repassa os valores recebidos do FNDE integralmente às direções escolares, também em 10 parcelas. Isso ocorre porque, atualmente, 100% dos estabelecimentos de ensino possuem merenda escolarizada, ou seja, as direções são responsáveis pela compra dos gêneros alimentícios.


Leia Também

Rio Grande do Sul tem primeiro caso de febre amarela em quase 10 anos

22/02/2018

Por meio do Twitter, o secretário estadual da Saúde, João Gabbardo dos Reis, informou que o paciente não havia sido vacinado, e contraiu a doença em Minas Gerais.


RS terá 12 novas escolas de Ensino Médio em Tempo Integral a partir de março

20/02/2018

Programa vai beneficiar mais de 2,1 mil alunos