País

Selo reconhecetrabalho de empresas que colaboram com reintegração de presos

Lançamento ocorre nesta quarta-feira, dia 22

22/11/2017 - País

As empresas e instituições que contratam pessoas privadas de liberdade e egressos do sistema prisional serão reconhecidas pelo Selo Resgata. O objetivo é incentivar e dar visibilidade a organizações que colaboram com a reintegração de presos ao mercado de trabalho e à sociedade.

O selo será lançado na quarta-feira, dia 22, pelo Ministério da Justiça, durante o 4° Encontro Nacional de Gestores de Trabalho Prisional, que reunirá especialistas de todo o país para discutir o fortalecimento da política entre os diversos atores envolvidos na oferta do trabalho na área prisional.

Organizado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), o encontro irá até quinta-feira, 23, e é aberto ao público. Quem quiser participar pode se inscrever por meio de preenchimento de um formulário na internet.


Leia Também

Câmara aprova em segundo turno PEC que estende prazo para Estados e municípios pagarem precatórios

07/12/2017

Proposta aumenta de 2020 para 2024 o prazo final de pagamentos. Como sofreu alterações na Câmara, projeto volta ao Senado

TSE rejeita multar Bolsonaro por campanha antecipada

06/12/2017

Pedido contra ex-presidente Lula também foi negado


Nova Base Curricular pode ser votada quinta-feira

06/12/2017

Entidades pedem que a matéria seja mais bem discutida em nova audiência pública

PGR denuncia Geddel e irmão por lavagem de dinheiro e associação criminosa

05/12/2017

Investigação está relacionada à apreensão dos R$ 51 milhões em um apartamento em Salvador