País

Selo reconhecetrabalho de empresas que colaboram com reintegração de presos

Lançamento ocorre nesta quarta-feira, dia 22

22/11/2017 - País

As empresas e instituições que contratam pessoas privadas de liberdade e egressos do sistema prisional serão reconhecidas pelo Selo Resgata. O objetivo é incentivar e dar visibilidade a organizações que colaboram com a reintegração de presos ao mercado de trabalho e à sociedade.

O selo será lançado na quarta-feira, dia 22, pelo Ministério da Justiça, durante o 4° Encontro Nacional de Gestores de Trabalho Prisional, que reunirá especialistas de todo o país para discutir o fortalecimento da política entre os diversos atores envolvidos na oferta do trabalho na área prisional.

Organizado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), o encontro irá até quinta-feira, 23, e é aberto ao público. Quem quiser participar pode se inscrever por meio de preenchimento de um formulário na internet.


Leia Também

Pediatras pedem uso racional de exames por imagens em crianças

11/10/2018

A proposta é estimular o uso racional das ferramentas

IDH do Brasil tem leve variação e país mantém 79ª posição no ranking

14/09/2018

Aumento na renda faz IDH do Brasil subir 0,001 ponto e chegar a 0,759


Jair Bolsonaro passa por cirurgia após receber facada

06/09/2018

Médicos descartaram lesão no fígado, mas intestino foi atingindo

Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em Minas Gerais

06/09/2018

Candidato foi encaminhada para atendimento hospitalar