Estrela

Servidores do Judiciário de Estrela em greve

Em Estrela, funcionários estão paralisados desde sexta-feira, dia 27

04/10/2019 - Estrela

Servidores do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) estão em greve desde sexta-feira. Os servidores de Estrela destacam que a classe aguarda uma resposta do Poder Judiciário ao Projeto de Lei 93/2017, que, caso aprovado, irá extinguir os cargos de oficial escrevente, substituindo-o por um cargo de técnico judiciário. 

Mesmo diante da greve, os funcionários permanecem atendendo as medidas urgentes e 30% do efetivo dos trabalhadores em atividade. Em nota, o Sindicato dos Servidores da Justiça do Rio Grande do Sul (Sindjus/RS) informou que “dentre os pontos da pauta de reivindicações, não é possível admitir que o judiciário do RS, considerado nos últimos 11 anos consecutivos pelo Conselho Nacional de Justiça - CNJ como o mais eficiente e produtivo do país, pretenda extinguir cerca de 5 mil cargos de Oficiais Escreventes, condenando-os ao esquecimento, falta de valorização e crescimento profissional para o resto da vida funcional.”

Além disso, outra reivindicação da categoria é o reajuste salarial, que está há cinco anos congelado, equiparação do valor do auxílio-refeição e majoração do auxílio-condução dos oficiais de justiça e a criação de um plano de carreira. “Estou há 38 anos no judiciário e desde o início ouço a promessa da criação desse plano, o que até hoje não ocorreu”, diz a oficial de justiça em Estrela, Elisane Bonadeo.


Leia Também

Situação do Funprev preocupa

18/10/2019

A partir de 2025, município terá que auxiliar no pagamento de salários

Campanha Estrela Premiada será lançada no dia 24

17/10/2019

Promoção vai sortear uma moto zero quilômetro e mais vale-compras no valor total de R$ 28,5 mil


Outubro Rosa: Talks and Drinks deve reunir 300 pessoas

16/10/2019

Evento marcado para o dia 22, em Estrela, será em benefício da Liga Feminina de Combate ao Câncer

Obras faz balanço da Operação Tapa-Buracos em Novo Paraíso

14/10/2019

Estrada municipal do Distrito recebeu reparos ao longo do mês de setembro