Estrela

Telhas solares são novidade no mercado

Tecnologia é uma das apostas para uso e produção de energia renovável

10/09/2018 - Estrela

Você já ouviu falar em telhas solares? Esta é a principal novidade trazida da Intersolar South America 2018 pela Valencia Energia. A feira da qual a empresa participou é uma das maiores do mundo, promovida por um grupo alemão, em cinco lugares diferentes. Na América do Sul, a feira ocorre em São Paulo. "As telhas solares podem ser instaladas como uma telha normal, porém, ela gera energia e não afeta a estética da residência", explica Thiago Lemes de Sá. A expectativa é trazer o novo produto para a região em breve e, para isso, a Valencia conta com um fornecedor. "Estamos buscando parcerias com arquitetos e engenheiros civis para que incluam a novidade em novos projetos. Por ser uma inovação, o preço pode parecer elevado, mas estamos em busca de um preço diferenciado para quem quiser apostar na ideia junto conosco aqui no Brasil."

Além das telhas solares, os painéis flexíveis são outra novidade trazida da feira. "Por serem flexíveis, é possível colar em superfícies com formato de arco, por exemplo", comenta Sá. Para ele, a participação na Intersolar foi muito positiva para ampliar a rede de contatos e conhecimento na área. "Voltamos com muitas novidades sobre produtos mais eficientes e com preços mais competitivos. Conhecemos empresas da China, da Índia, da Alemanha, e seus produtos, como placas solares (módulos), inversores e diversos dispositivos."


Leia Também

Voluntários iniciam trabalho no Barracão de Natal em Estrela

25/09/2018

Decoração do município já se transformou em atracão turística na região e Estado

Gabarito oficial do Concurso Público de Estrela será divulgado nesta terça-feira

24/09/2018

Também será possível consultar as respostas aos recursos e as notas individuais


Produção de mudas por uma Estrela mais verde

24/09/2018

Horto florestal conta com cerca de 20 mil unidades de espécies nativas, floríferas e frutíferas

Maioria para pavimentação

20/09/2018

Conclusão da ERS-129 receberá 82,7% da receita prevista para investimentos em 2019