Notícias

Unidade de Referência em Leite recebe dia de campo em Colinas

12/07/2017 11:11:45

Com o objetivo de abordar diversos assuntos relacionados à produção leiteira, a Emater/RS-Ascar – com o apoio da Prefeitura de Colinas, Secretaria da Agricultura e Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), além de empresas parceiras – realizou na quinta-feira, dia 6 de julho, na propriedade dos agricultores Ana Cristina e Marco Rohr, um dia de campo sobre leite. Localizada na Linha Roncador, a propriedade da família Rohr é Unidade de Referência (UR) na Chamada Pública do Leite – operacionalizada pela Emater/RS-Ascar por meio de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) do Governo Federal.

Na ocasião, cerca de 70 agricultores de diversos municípios do Vale do Taquari, acompanharam estações com os temas: adubação química e orgânica, qualidade do leite (controle de células somáticas e contagem bacteriana total), sistemas de produção e gerenciamento da propriedade, criação da terneira e sucessão familiar na atividade leiteira. Além destas, também foi apresentada uma estação com as parcelas implantadas de azevém, centeio, trigo forrageiro e tífton. As atividades foram ministradas por técnicos da Emater/RS-Ascar e por representantes das empresas Laticínios Steffenon, Agro Tech e Timac Agro.

Anfitriã do dia, a agricultora Ana Cristina Rohr valorizou a atividade, ressaltando a importância da troca de experiências entre técnicos e agricultores como forma de qualificar a atividade. “O Marco participa de todas as capacitações que pode e elas nos ajudam muito a evoluir na produção leiteira”, analisa. Atualmente com 36 vacas em lactação que, juntas, produzem mais de 900 litros de leite diários, Ana se mostra feliz com a troca de ares, que fez com que voltassem ao campo, após alguns anos de trabalho em uma fábrica de calçados local. “Na verdade o leite sempre esteve presente em nossas vidas, desde os meus avós”, resume.

Marco Rohr (e) foi o anfitrião da atividadeO processo de profissionalização vivido pela família Rohr, que em 2007 possuía apenas seis vacas produzindo leite e que ainda tinha a cana-de-açúcar como o principal produto na propriedade, é destacado pela extensionista da Emater/RS-Ascar, Lídia Dhein, como uma espécie de padrão, entre aqueles que optam por ficar ou retornar ao campo. “Se comparado há dois ou três anos atrás, Colinas reduziu de 143 para 124 produtores”, comenta. “Ainda assim, o número de animais e a produtividade saltaram, respectivamente, de 2082 para 2350 animais e 8,2 milhões de litros de leite produzidos ao ano, para 8,5 milhões”, salienta.

Presente no evento, o gerente regional da Emater/RS-Ascar, Marcelo Brandoli, ressaltou a importância da busca por informação e por qualificação por parte dos agricultores. “A nós, gestores, cabe instrumentalizar os produtores, apresentando a eles as tecnologias e políticas públicas disponíveis”, afirmou, valorizando ainda o trabalho em parceria com diversas entidades. O evento contou ainda com a presença de outras autoridades, como o gerente adjunto da Emater/RS-Ascar, Carlos Lagemann, o supervisor Álvaro Mallmann e o presidente do STR de Colinas, Seno Messer, além de secretários e representantes de prefeituras de municípios vizinhos.