Notícias

Arquitetura: Quadro negro faz parte da decoração

19/05/2017 08:36:09

Riscar as paredes deixou de ser apenas coisa de criança, e passou a fazer parte da arquitetura moderna e do design de interiores. Ter um quadro negro em uma parede da casa se tornou sofisticado e ainda estimula a criatividade e o tão desejado ato de infância: rabiscar as paredes.
Os materiais mais comuns para este tipo de trabalho são as tintas líquidas, as tintas spray, papel contact fosco ou então os papéis de parede.
Segundo a representante comercial da loja de materiais de construção Redemac Morelli de Estrela, Lisiane Gross, a tinta usada é a esmalte preto fosco à base de solvente. Explica que há anos se fabrica esta tinta, porém agora se tornou popular devido à tendência em decoração. Diz ainda que escritórios procuram muito porque é uma forma de espaço de comunicação interna nas empresas. Basta escrever com um giz os recados e tudo fica exposto até ser apagado e reescrito novamente.
Segundo Lisiane, o bacana é que se enjoar, é só apagar tudo com um pano úmido e fazer outra arte. É um jeito fácil e barato de mudar a decoração de tempos em tempos sem gastar nada.
A representante alerta apenas que é preciso ter cuidado ao aplicar a tinta, porque como é fosca poderá manchar a parede. Para cobrir perfeitamente o espaço o recomendado é aplicar de duas a três camadas. Esta tinta é vendida no volume de 3,6 litros ou 900 ml, a menor cobre em média seis metros quadrados, usando duas camadas uniformes na área.

Papéis de parede
Os papéis com essa função, segundo a projetista de Móveis de Estrela, Patrícia Ferreira Betti, da Gaarbo Ambientes, são os de cor preta, semelhantes a uma lousa. Segundo ela, são iguais aos outros papéis de parede na forma de aplicação e pode-se escrever com giz branco ou colorido, e após apagar tudo com pano úmido.

 

Reportagem completa na edição impressa