Adriano Mazzarino

Coluna do Mazzarino

08/06/2017 - Adriano Mazzarino

Flores para: Noivania Kafer, Amanda Wessel, Bernadete Gregory e Maila Tais Rodrigues.
 
“Em geral, os homens julgam mais pelos olhos do que pela inteligência, pois todos podem ver, mas poucos entendem o que veem.”  
(Niccolo Machiavelli – diplomata e escritor italiano)
 
 
Crônica
Mulheres impacientes
Me  equivoquei. Sempre admirei a paciência das mulheres. Sempre entendi que entre as qualidades do universo feminino a paciência era uma distinta grandeza. Tolerância, paciência, calma, ponderação, tudo abrigado no mesmo kit.
Toleram filhos, governos, filhos alheios, maridos, discursos, vizinhos, mentiras, machismos, piadas tolas, cantadas toscas, maldades, provocações, agressividades, constrangimentos e até esquecimentos de datas.
Percebi que minha visão é parcial. Meu radar quase sempre atento, às vezes falha. E meu olhar está sempre nas entrelinhas, nos silêncios, nas expressões corporais, no intervalo de respiros, no não dito, no subterrâneo, no inconsciente, na lateral.
Em momento recente, estava no aeroporto esperando carona. E enquanto aguardava, nas proximidades, duas mulheres também esperavam quem as buscassem. Foi interessante ver as cenas.
Elas foram ao celular umas 50 vezes, olharam para o relógio outras 200 vezes e trocaram de lugar de espera umas três ou quatro vezes.
Era um balé. Não se conheciam, eram de faixa etária diferentes, estavam distanciadas, mas repetiam os movimentos de forma muito parecidas, mesmo sendo fisicamente desiguais. Uma delas, pelo que ouvi, sabia que o motorista antecipadamente ia atrasar. Ele a havia alertado. Ela sabia, mas mesmo assim estava impaciente.
Com a outra mulher, houve uma clara e imperceptível troca de mensagens. O motorista estacionou, desceu, mas não se olharam. De onde conclui que o “barraco” durante o trajeto até em casa ia ser grande.
Na soma dos fatos, fiquei eu a refletir sobre o comportamento feminino. E aí veio o questionamento: a mulher está mudando? Ou eu, como metade da humanidade, nunca soube entender os sentimentos femininos?
Enquanto você pensa, vou terminar esta conversa com um final feliz. Uma terceira mulher, minutos antes, na parte interna do aeroporto, foi recebida pelo namorado. E ainda ganhou flores.
A última cena deles foi ela sufocando o rapaz com um longo beijo. Apressada a moça, muito apressada e direta nas suas intenções. Pelo visto, outra impaciente!
 
No motel
Ela morena, solteira, entre os 40/45 anos, na faixa de 1m,75 cm. Ele, casado.
Os dois decidiram se encontrar. Sim, trocar ideias, provar um petisco, curtir uma bebida, falar da vida... Após uma longa pauta de amenidades e poesias, eles avançaram.
A conversa se tornou emoções, das emoções foram para os gestos, dos gestos foram para as ações. E o local escolhido foi o motel.
E lá iniciaram outras alegrias. Ele sensível, tentando fazer a sua parte no exigente mundo do universo feminino. Atento, procurando preencher todas as pré-condições para um final feliz.
E ela... Bem, ela se atrapalhou. Em dado momento, ela mostra seu desespero. Tinha esquecido de comprar um produto no supermercado!!!!!
 
 
 
Denardin em Encantado
Um grande repertório composto por piadas, anedotas e músicas promete divertir a comunidade encantadense no dia 9 de junho. A cidade recebe o espetáculo teatral "Pedro Ernesto e o humor temperado", no Parque João Batista Marchese, a partir das 21h30min. A entrada é gratuita.
 
Max Gehringer em Lajeado
Max Gehringer será o palestrante do Canal Conecta de junho, da Universidade Unopar, polo Lajeado. O evento é gratuito para a comunidade e ocorre dia 7 de junho, em dois horários: às 15h e às 19h. Interessados devem se inscrever em unopar.canalconecta.com.br
 
Descerramento da foto de Edson Brum
Solenidade recente marcou o descerramento da placa com a foto do deputado Edson Brum (PMDB) na Galeria dos ex-Presidentes da Assembleia Legislativa. Ele destacou que, em 2015, teve a honra de presidir o Parlamento do Estado do Rio Grande do Sul: "este Poder que, de forma exclusiva, representa o povo gaúcho na sua totalidade, é uma experiência única."
 Externou sua gratidão à família, à equipe de gabinete, aos colegas de bancada, aos companheiros do PMDB e ao corpo funcional da Assembleia. "Democrata por formação e convicção, agradeço também aos meus adversários políticos pela honradez que marcou os embates de 2015", concluiu.
 
 
Curtas
? Os comerciantes do centro da cidade seguem indignados. É muito carro e pouca vaga para estacionamento. E com a chegada do inverno e das chuvas, o problema se amplia.
 
? Com o bloco governista de Estrela lançando candidato a deputado estadual para 2018, é possível concluir que a oposição também o fará. Ou não?
 
 
? O deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM) anda pedindo desculpas pelo uso de caixa 2. Do assessor de Onyx, Felipe Diehl, nada se ouve. Logo ele, sempre tão falante!
 
? O prefeito Rafael Mallmann integra a diretoria da Famurs como secretário. Para 2018, ele não nega a possibilidade de uma pré-candidatura à presidência da entidade. Hoje, um pré-candidato é o prefeito de Garibaldi, Antonio Cettolin (PMDB).
 


Leia Também

Coluna do Mazza

14/10/2017

Coluna do Mazza

09/10/2017


Coluna do Mazzarino

16/09/2017

Coluna do Mazzarino

12/09/2017