Ceará de olho em novos talentos

Ceará de olho em novos talentos

ESTRELA – O torneio de abertura da Liga Nolifute 2020 realizado no domingo, dia 15, reuniu cerca de 300 atletas das categorias 2005/2006 e 2007/2008 das escolas de futebol Estrelas do Futuro, do CT de Roca Sales e o CFM de Encantado. O evento, no campo do Arroio do Ouro, em Estrela, também teve a presença do ex-jogador de futebol Ceará, que foi campeão mundial pelo Internacional, e ex-jogador do Paris Saint-Germain e do Cruzeiro.

Conforme o coordenador da Escola Estrelas do Futuro, Gilberto Gewehr, o Beto, a avaliação do evento é positiva. “Foi uma grande confraternização e o jogador Ceará esteve presente para observar a liga e para, futuramente, fazer parcerias com as escolinhas que participam do Nolifute”, destaca. Para Beto, também foi importante os alunos conhecerem um pouco do início da carreira de Ceará. “Ele contou as dificuldades da sua vida: até os 11 anos viveu no interior do Ceará e nem estudava, porque os pais não tinham condições. Aos 12 anos, a família se mudou para São Paulo em busca de uma vida melhor. Foi aí que um irmão mais velho o colocou para estudar e em uma escolinha de futebol. Dois anos depois ele já foi convidado para fazer testes no Santos”, resume.

Exemplo

O coordenador salienta a relevância dos atletas conhecerem a humildade do ídolo e se espelharem no exemplo da combinação esporte e estudo. Neste ano, dois jogadores da Estrelas do Futuro já realizaram testes no Fluminense. “A Liga sempre busca oferecer um empresário de renome aos meninos e a vinda do Ceará teve esse objetivo. Nossa missão também é formar novos atletas”, observa.

Deixe uma resposta