Voltagem incorreta afeta abastecimento

Voltagem incorreta afeta abastecimento

ESTRELA – Marciano Gregory ficou sem água em duas ocasiões na última semana. Produtor de suínos em Linha Arroio do Ouro, em Estrela, ele conta que precisou pegar um caminhão e buscar água emprestada para que a situação não prejudicasse os animais alojados. “Se não tem água, o suíno não come e já perde no peso e ele também sofre. Ainda bem que não ficaram muito tempo sem, até eu conseguir trazer de fora. Por isso, agradeço ao Márcio Mallmann, que me deu 20 mil litros de água”, conta.
O problema é que quando os reservatórios da Associação de Água de Arroio do Ouro estão baixos, a pressão não é suficiente para chegar até a propriedade. O presidente da entidade Deonelo Caliari e o tesoureiro Dilson Scheeren explicam que não falta água, mas voltagem correta de energia elétrica para permitir o funcionamento da bomba de um terceiro poço da comunidade, perfurado alguns anos atrás para suprir a demanda de consumo.

Prejuízos

“Estamos nesta situação há anos. Temos três poços, mas só dois não eram suficientes. O novo tem um bomba que está a 180 metros de profundidade, mas não tem energia suficiente para acionar. Se está muito quente e tem muito consumo de água, os dois poços não vencem e aquele novo a bomba não aciona”, explica Scheeren. Por conta do erro na voltagem, a associação também já teve prejuízos com a queima de aparelhos.
“Eles já vieram aqui, colocaram um aparelho para medir a voltagem e até hoje não tivemos retorno. A alegação deles (RGE) é que ela está certa”, comentam. Além das residências, a localidade tem diversos empreendimentos e a falta de água afeta a produção agrícola. Atualmente, a associação conta com oito reservatórios de 20 mil litros.

Novos poços em Linha São Jacó Baixa e Linha Arroio do Ouro

Cumprindo agenda em Porto Alegre, o prefeito Elmar Schneider esteve reunido na quinta-feira, dia 14, com o secretário estadual de Obras e Habitação, José Stédile, e o deputado estadual Dirceu Franciscon (PTB), quando garantiu a perfuração de um poço artesiano na Linha São Jacó Baixa e outro na Linha Arroio do Ouro, com uma contrapartida de R$ 30 mil do município.
O secretário de Agricultura de Estrela, Douglas Sulzbach, explica que a perfuração é um convênio que será assinado com o governo do Estado, provavelmente esse mês. “O projeto já está aprovado, mas precisa o Estado liberar o convênio para recebermos os recursos. O contrato para perfuração também deverá ser por conta da prefeitura”, comenta.
Com o poço novo, a associação acredita que não enfrentará o problema com a voltagem, o que poderá vir a auxiliar a comunidade. “Esse novo poço vai atender mais um outro lado da localidade, que tem outra rede de energia, e vamos conseguir liberar a água de um dos poços para ajudar mais os moradores daqui”, salienta Caliari.

Necessidade de investimentos

Hoje, a associação que começou com cerca de 50 associados tem 188. O número mostra o crescimento de moradores em Arroio do Ouro. Enquanto isso, as famílias não se recordam de melhorias e ampliações na rede de energia, e pedem por investimentos no local. “Esse último temporal que deu em Cruzeiro do Sul derrubou postes e a RGE não conseguiu vir aqui arrumar e ficamos de sábado até segunda sem luz. Tivemos que alugar um gerador para que ao menos os moradores tivessem um pouco de água”, conta Caliari.

RGE anuncia cinco obras em 2021

A assessoria de imprensa da RGE informa que “o suposto problema de nível de tensão apontado pela Associação de Água da Linha Arroio do Ouro teve suas tratativas dadas pela empresa no início de 2020, onde foi regularizada a situação e emitido carta com a resposta ao solicitante. Para confirmar o pedido, foi gerado novamente o serviço de medição dos níveis de tensão atuais no circuito do cliente, após a aferição das medições de 168 horas. O retorno será dado ao cliente por meio de carta contendo todas as informações necessárias. Caso seja necessário a realização de obras para adequação do circuito, a RGE prosseguirá com a ação de forma prioritária. A empresa ressalta ainda que na localidade informada a distribuidora está finalizando um dos ciclos do plano de manutenção programada no qual terá a execução de cinco obras no primeiro trimestre de 2021. Estas ações somam um investimento total de aproximadamente R$ 100 mil.

 

Deixe uma resposta